West Ham suspende diretor por alegados comentários racistas

O West Ham anunciou hoje que suspendeu o diretor responsável pela contratação de jogadores, enquanto investiga queixas de que ele terá dito que o clube da Premier League não contratará mais futebolistas africanos.

De acordo com o jornal britânico Daily Mail, o diretor responsável pelo recrutamento do West Ham, Tony Henry, terá dado a conhecer essa nova política do clube no último sábado através de um email.

O West Ham, dos portugueses José Fonte e José Mário, abriu uma investigação a essa tomada de posição de Tony Henry e comunicou que "não tolerará qualquer tipo de discriminação".

Segundo o Daily Mail, Tony Henry disse que o clube do leste de Londres queria limitar o número de jogadores africanos porque "eles têm uma atitude má" e "causam o caos" quando não estão a jogar.

Tony Henry insistiu que a nova política do clube não tinha "nada contra a raça africana".

Exclusivos

Premium

Legionela

Maioria das vítimas quer "alguma justiça" e indemnização do Estado

Cinco anos depois do surto de legionela que matou 12 pessoas e infetou mais de 400, em Vila Franca de Xira, a maioria das vítimas reclama por indemnização. "Queremos que se faça alguma justiça, porque nunca será completa", defende a associação das vítimas, no dia em que começa a fase de instrução do processo, no tribunal de Loures, que contempla apenas 73 casos.