UEFA continua a pagar salário a Michel Platini

O francês está suspenso de toda a atividade por oito anos, pelo que não está a exercer o cargo de presidente

O francês Michel Platini continua a receber salário como presidente da UEFA apesar de ter sido suspenso de toda a atividade relacionada com o futebol por um período de oito anos.

A revelação foi feita pelo secretário-geral do organismo, Gianni Infantino, que é também candidato às eleições da FIFA marcadas para sexta-feira. "Assim continuará a acontecer até novo aviso", garantiu o dirigente, assumindo que irá continuar a receber salário até haver decisão do recurso apresentado por Platini.

Recorde-se que a suspensão do antigo futebolista foi anunciada a 21 de dezembro pelo Comité de Ética da FIFA, na sequência de um escândalo relacionado com uma alegada retribuição que recebeu da FIFA por alegados serviços de consultadoria.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG