Tiger Woods desmente álcool e drogas e culpa mistura de medicamentos

Jogador de golfe foi mandado parar pela polícia, mas refere que tudo se ficou a dever a uma mistura de medicamentos

Tiger Woods, conceituado golfista, foi mandado parar pela polícia devido a condução suspeita, mas o norte-americano desmentiu que tenha estado sob o efeito de álcool e ainda drogas. Aliás, de acordo com o atleta, tudo se ficou a dever a uma mistura de medicamentos.

"Compreendo a gravidade do que fiz e assumo total responsabilidade pelas minhas ações. Quero apenas que o público saiba que o que aconteceu não envolve álcool. O que aconteceu foi uma reação inesperada a medicamentos prescritos", disse Tiger Woods, que também pediu desculpas por ter sido mandado parar pela polícia.

"Não sabia que a mistura de medicamentos tinha-me afetado desta forma tão forte. Gostaria de pedir desculpas para a minha família, amigos e fãs. Também espero mais de mim".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG