Suspeito de esfaquear jogador do Farense entregou-se às autoridades

Tavinho, ferido com gravidade ao ser esfaqueado no pescoço, foi operado e encontra-se estável

O suspeito de ter esfaqueado o jogador do Farense, na madrugada de segunda-feira, entregou-se às autoridades. O indivíduo já estava identificado mas estava em fuga desde o incidente numa zona de bares, em Vilamoura, no Largo do Cinema.

O homem, já conhecido das autoridades, "apresentou-se pelas 22:00 de terça-feira no posto de Vilamoura, acompanhado pela sua advogada, tendo sido entregue à Polícia Judiciária, que tem a seu cargo a investigação", segundo disse à Lusa fonte da GNR.

Em comunicado, a PJ adiantou que o homem, de 30 anos, suspeito de tentativa de homicídio, "se encontrava em liberdade condicional no âmbito de um processo pelos crimes de roubo e resistência a funcionário".

O futebolista Tavinho (Octávio Alexandre Leal Barros), 24 anos, foi operado na segunda-feira e, segundo anunciou então o Farense, está estável.

Segundo o presidente do clube, António Correia, uma das facadas desferidas ao jogador "passou do pescoço até ao pulmão", causando lesões, o que está a obrigar a que esteja a respirar com o auxílio de uma máscara.

O homem vai agora ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação de medidas de coação.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG