Sporting constitui-se assistente no caso das agressões em Alcochete

Clube de Alvalade informa, via comunicado, que já requereu a constituição como assistente. E informa que que levará este processo até às últimas consequências

O Sporting informou na tarde desta sexta-feira que requereu a sua constituição como assistente no processo criminal relativo aos incidentes de 15 de maio último nos quais jogadores e funcionários leoninos foram agredidos.

Os leões referem ainda que levarão este caso "atè às últimas consequências".

Eis o comunicado na íntegra:

A Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD informa que já requereu a sua constituição como assistente no processo criminal instaurado na sequência da invasão das instalações da Academia Sporting de Alcochete e consequentes agressões a vários funcionários, no passado dia 15 de Maio.

A Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD levará este processo até às últimas consequências na defesa dos seus funcionários, vítimas de um ataque que profundamente se lamenta e que, mais uma vez, se repudia, bem como do seu património.

Mais se informa que, logo na madrugada seguinte aos acontecimentos, a Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD apresentou, junto do Destacamento Territorial do Montijo da Guarda Nacional Republicana, a devida participação tendo em vista a instauração de processo criminal para apuramento de responsabilidades.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG