Shanghai Shenhua sonda Slimani. Até junho não sai

O avançado tem cláusula de 30 milhões de euros. Chineses acreditam que podem levar o argelino por 25

Islam Slimani ainda não está a salvo dos ataques da China. O avançado leonino foi sondado por clubes chineses, cujo mercado fecha no dia 26 (próxima sexta-feira), o que obriga os clubes daquela liga oriental a intensificar os contactos para reforçar as equipas.

Segundo soube o DN, o argelino interessa ao Shanghai Shenhua, clube que já o sondou e quis saber o valor da cláusula de rescisão (30 milhões de euros) junto do Sporting). Mas nem o jogador nem o s leões se mostraram interessados em negociar agora.

Slimani quer ser campeão e sonha com a Premier League. Ainda há três dias admitiu que se sente "como um rei" em Alvalade, ele que já marcou 18 golos nesta época: "Quando marco um golo, todo o estádio canta o meu nome. Sou tratado como um rei aqui em Lisboa."

Já o Sporting aposta tudo no título nacional e sabe que sem o argelino a missão fica mais complicada. Por isso a resposta aos clubes interessados é sempre a mesma: "Até junho não sai por valor nenhum."

Em janeiro, tal como o DN noticiou, os leões recusaram cinco propostas entre os 15 e os 24 milhões de euros pela venda do camisola 9: Leicester, Everton, Crystal Palace, Newcastle e Schalke 04 levaram nega dos leões.

Segundo foi noticiado ontem em Inglaterra, pelo menos o Leicester vai voltar a tentar a contratação. Claudio Ranieri quer reforçar o setor mais ofensivo para disputar as competições europeias na próxima época e tendo em vista as prováveis saídas de Jamie Vardy e Riyad Mahrez, os principais jogadores da equipa sensação em Inglaterra.

No entanto, o clube inglês, que no verão ofereceu 18,5 milhões, não está disposto a pagar os 30 milhões de euros da cláusula de rescisão de Slimani. Cláusula que só é válida nas janelas de verão e inverno do mercado europeu. Por isso, mesmo que um clube "bata" agora os 30 milhões de euros, isso não obriga os leões a deixar sair o avançado.

No entanto, a equipa treinada pelo espanhol Gregorio Manzano, que contratou há dias Obafemi Martins, de 31 anos, não desiste facilmente de contratar o internacional argelino e promete voltar à carga depois de junho.

Nessa altura, os chineses acreditam que nem precisam de chegar ao valor da cláusula e que o podem levar por 25 milhões.

Mas o Shanghai Shenhua não foi o único clube chinês a mostrar interesse em Slimani. Houve um outro que acenou no início do mês com uma proposta de 18 milhões de euros, que ficou na gaveta de Alvalade.

O presidente chinês, Xi Jinping, quer tornar o gigante país asiático um peso-pesado do futebol mundial e as equipas chinesas têm feito contratações estrondosas no mercado europeu. Freddy Montero foi uma delas - saiu do Sporting para oTianjin Teda por cinco milhões de euros.

Mais uma semana sem castigo

Ainda não foi nesta semana que o processo disciplinar instaurado a Slimani foi analisado pelo Conselho de Disciplina da Federação (secção não profissional). O argelino responde por agressão a Samaris, no dérbi da 4.ª eliminatória da Taça de Portugal, há mais de seis meses, após uma queixa apresentada pelo Benfica.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG