Octávio Machado lamenta arbitragens e não esquece o Benfica

Golo mal anulado frente ao Marítimo motiva críticas de Octávio Machado, que deixou duas "farpas" ao Benfica e a Luís Filipe Vieira

Octávio Machado, dirigente do Sporting, teceu críticas à arbitragem em declarações ao canal do clube, considerando que a equipa treinada por Jorge Jesus já foi "prejudicada em 12 pontos" e que "continua a incomodar".

"O árbitro fez uma excelente arbitragem, calmo e sereno, a intervir nos momentos certos. Não nos escondemos atrás de nada, não disfarçamos que aqui e ali não estivemos da melhor maneira, mas também não podemos esconder alguns erros que têm marcado profundamente, em termos negativos, a equipa do Sporting", começou por dizer.

O Sporting teve um golo mal anulado a Alan Ruiz, que seria o 3-2, lance devidamente assinalado como errado por toda a imprensa, mas Octávio Machado queixa-se que os jornais não deram atenção ao lance. "Esperava hoje ver nos jornais que um erro teria afastado ainda mais o Sporting dos seus objetivos, mas não foi isso que aconteceu. O Sporting teve uma prestação bem melhor, corrigiu duas vezes o resultado e marcou o terceiro, que o auxiliar invalidou, com influência direta no resultado. São factos indesmentíveis que também não podemos esconder e que penalizou em mais dois pontos, causando grande frustração e desgosto em todos nós", lamentou.

E como tem sido hábito, o Benfica não deixou de ser tema na intervenção de um dirigente do Sporting, com Octávio Machado a afirmar que não são os leões quem têm "a segunda maior dívida da Europa", referindo-se referindo-se a um relatório da UEFA que identificou os passivos dos grandes clubes em 2015/16.

Octávio Machado assinalou, ainda, que "o presidente do Sporting não anda pela Ásia a tentar vender ativos", uma indireta a Luís Filipe Vieira, que esteve na China a tentar vender Raúl Jiménez, futebolista com o qual o presidente do Benfica prometeu fazer a maior venda da história do clube.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG