Leões fazem exposição à UEFA sobre caso dos vouchers

Anúncio feito pelo diretor de comunicação leonino, Nuno Saraiva, no Facebook

O Sporting prometeu esta quarta-feira fazer chegar à UEFA o caso dos "vouchers" oferecidos pelo Benfica a árbitros de futebol. Numa publicação no Facebook, o diretor de comunicação leonino, Nuno Saraiva, reagiu a uma notícia de que o Benfica terá pedido a intervenção do organismo do futebol europeu e anunciou que o Sporting vai fazer uma exposição à UEFA.

"Perante a revelação bombástica de que agora o Benfica pediu a intervenção da UEFA, importa também esclarecer o seguinte: O Sporting CP, no tempo próprio, fez as participações às instâncias do futebol português que entendeu obrigatórias, perante a informação de que dispunha, relativamente às "ofertas" feitas aos árbitros, observadores e delegados nas competições nacionais. Após ter sido dado como provado que estas existiam, e de ter sido assumido pelo próprio Benfica e pela FPF de que as ditas "ofertas" se estendiam também às competições europeias, e por não sabermos se esta práctica se mantem hoje em dia, entendemos fazer, também no tempo próprio, uma exposição à UEFA. Sempre a bem do futebol e da verdade", escreveu Nuno Saraiva.

Recorde-se que ontem, terça-feira, foi notícia que o Ministério Público efetuou buscas no Estádio da Luz, no passado dia 11 de outubro, a propósito deste caso.

Também ontem, o Benfica emitiu um comunicado a referir que foi o p"roprio clube da Luz que pediu à Federação Portuguesa de Futebol a investigação do caso, depois das denúncias públicas do presidente do Sporting, Bruno Carvalho.

Um comunicado que mereceu resposta do líder leonino em conferência de imprensa. "É um atentado à inteligência humana, O que o clube fez foi uma queixa sobre mim à federação".

Agora, os próximos 'rounds' podem ter a UEFA como palco.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG