Jorge Jesus: "Se quiserem meter cá o Slimani, eu agradeço"

Na antevisão ao jogo com o Vilaverdense para a Taça de Portugal, o treinador do Sporting abordou o mercado de janeiro

Jorge Jesus admitiu esta terça-feira que "tudo pode acontecer" no mercado de janeiro em relação ao reforço do plantel do Sporting, abrindo assim a porta à possibilidade de receber o argelino Islam Slimani.

"Todas as equipas do mundo aproveitam o mercado de inverno para fazer ajustamentos. Não gosto de falar nos jogadores que não estão. Falo do Slimani porque é um jogador querido. Sabemos que o Slimani não está a jogar, mas não temos mais dados para dizer mais qualquer coisa, mas se o quiserem meter cá, eu agradeço", assumiu o treinador leonino, garantindo que está "contentíssimo com os jogadores" que tem, admitindo estar "mais a pensar em alguns jogadores que possam entrar", embora diga que "se calhar tem de se fazer um equilíbrio".

No que diz respeito ao duelo com o Vilaverdense, equipa do Campeonato de Portugal, marcado para esta quarta-feira (19.00 horas) em Alvalade, a contar para os oitavos-de-final da Taça de Portugal, Jorge Jesus lembrou que nesta competição "há muitas surpresas". "Esta equipa do Vilaverdense e outras, como o Sporting, querem estar no Jamor. Vamos trabalhar para isso. Se vencermos, fazemos a nossa obrigação, caso contrário é a surpresa, como tal esperamos não estar nesse rol de equipas", atirou, admitindo no entanto que "é mais difícil jogar contra o Barcelona, mas o respeito é o mesmo".

Neste jogo, o treinador leonino diz que irá dar oportunidade a jogadores menos utilizados, caso de Doumbia. "É normal que joguem alguns que não têm tido tantos minutos. Não é por o Bas Dost não aparecer que vou estar a olhar para o jogo de forma leviana. Tenho de por o Doumbia a jogar. Não há pré-época, portanto tenho de o por em jogos a doer", frisou.

Um dia depois de ficar a saber que o Astana será o próximo adversário do Sporting na Liga Europa, Jorge Jesus admitiu que a deslocação ao Cazaquistão comporta "uma logística muito grande". "Temos de oferecer as melhores condições aos jogadores, porque depois temos um jogo fora com o Tondela. A estrutura já está a trabalhar em cima disso", adiantou, garantindo que é nessa preparação da viagem que "pode começar-se a ganhar logo o jogo".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG