Jorge Jesus: "Isto é uma guerra. Perdemos uma batalha"

Após a derrota com o Rio Ave (3-1), este domingo, o treinador do Sporting, Jorge Jesus admitiu que equipa vilacondense foi superior e não quis usar o desgaste da Liga dos Campeões como desculpa para o resultado.

" A primeira parte não foi boa, em termos defensivos a equipa não conseguiu recuperar posicionamentos com a velocidade com que normalmente o faz. O Rio Ave meteu uma certa velocidade também. Criou oportunidades e foi eficaz, que é isso que faz a diferença. Cometemos alguns erros defensivos, e chegámos ao intervalo a perder 3-0. Não foi fácil mudar o marcador na 2º parte, mas o Sporting foi à procura de reduzir a desvantagem, fez um golo, criou uma ou outra oportunidade, mas não posso tirar mérito ao Rio Ave. Está de parabéns", disse o técnico do Sporting, no final da partida, em declarações à Sport TV.

Jorge Jesus admitiu que "não estava preparado" para "sofrer três golos em 40 minutos" ou perder em Vila do Conde mas garantiu que isso não vai desanimar a equipa leonina. "Pagámos essa fatura, mas o campeonato é assim. É uma guerra, perdemos uma batalha. Não é por perdemos hoje que isso nos vai afastar dos nossos objetivos. A equipa continua com uma mentalidade muito forte", frisou.

O treinador dos leões não quis usar o desgaste da Liga dos Campeões como desculpa (o Sporting jogou na quarta-feira com o Real Madrid. "O Rio Ave soube no momento certo matar a equipa do Sporting. A Champions não é desculpa. Achamos que não era preciso ser tão rigorosos defensivamente e fomos surpreendidos", afirmou.

No entanto, admitiu que foi isso que o levou a fazer quatro alterações na equipa titular. " Foi a pensar que não poderia ter os mesmos jogadores de Madrid, porque foi um jogo que teve uma intensidade emocional e física muito alta. Mudámos o chip. E por muito que passes a mensagem, tens dificuldades em entrar no jogo. Os meus jogadores ficaram surpreendidos com a velocidade do Rio Ave. Há que reunir, falar. Tudo o que se passou antes fez diferença aqui. Madrid também", explicou.

Do outro lado, o treinador do Rio Ave, Nuno Capucho, estava muito satisfeito com a exibição da equipa. " O Sporting fez jogo bastante positivo em Madrid, mas não se pode tirar mérito ao que o Rio Ave fez hoje. O Sporting banalizou o Real Madrid durante muito tempo e nós banalizámos o Sporting nos primeiros 45 minutos. São três pontos merecidos", assinalou o técnico vilacondense.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG