Jesus informou Inácio que não tem condições para continuar

O novo diretor-geral do Sporting contactou o treinador, que está à espera de uma reunião para chegar a um acordo

Jorge Jesus não vai continuar no Sporting e esta quarta-feira disse isso mesmo a Augusto Inácio, novo diretor-geral dos leões, que contactou o treinador para saber da sua disponibilidade para se manter no cargo.

Ao que o DN apurou, o técnico de 63 anos explicou a Inácio que não existem condições para se manter no cargo, na sequência dos acontecimentos das últimas semanas, nomeadamente as agressões de que ele e os jogadores foram alvo na Academia, em Alcochete. Nessa conversa, Jesus deixou claro que essa sua decisão não está dependente da continuidade ou não do presidente Bruno de Carvalho, apesar das relações entre ambos estar bastante deteriorada.

Jorge Jesus fica agora a aguardar que seja convocado para uma reunião com a SAD sportinguista por forma a chegar a um acordo para a rescisão do contrato que é válido por mais um ano. Certo é que o treinador pretende uma saída amigável de Alvalade, estando por isso disponível para negociar os termos da rescisão.

Está assim a chegar ao fim uma ligação que se iniciou no verão de 2015, altura em que Jesus, acabado de deixar o Benfica, foi apresentado em Alvalade como um grande trunfo de Bruno de Carvalho. Em três temporadas de leão ao peito, o técnico conquistou uma Supertaça (no seu primeiro jogo oficial) e uma Taça da Liga já esta época.

A saída de Jesus do Sporting fora avançada pelo DN a 15 de maio:

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG