André Geraldes diz-se de "consciência absolutamente tranquila"

Diretor desportivo dos leões abordou, via facebook, o facto de o seu nome ter sido envolvido num alegado esquema de corrupção que terá proporcionado o título de andebol aos leões na temporada passada

André Geraldes, diretor desportivo do Sporting, abordou, via facebook, pela primeira vez o facto de o seu nome ter sido associado como o mentor de um esquema de corrupção no andebol de forma a que os leões vencessem o campeonato nacional da temporada passada.

"Estou de consciência absolutamente tranquila, confio plenamente na minha equipa e estou focado na tarefa de preparar o futebol profissional do Sporting Clube de Portugal para a final da Taça de Portugal (...) Nada nem ninguém me vai desviar do rumo traçado. Nada tenho a esconder e estou inteiramente disponível para colaborar no apuramento de toda a verdade de um caso, em relação ao qual sou completamente alheio."

Ler mais

Exclusivos

Premium

Líderes

A União Europeia e a crise dos três M. May, Macron e Merkel

Já lhe chamam a crise dos três M. May, Macron e Merkel, líderes das três grandes potências da UE, estão em apuros. E dos grandes. Numa altura em que, a poucos meses das eleições para o Parlamento Europeu, florescem populismos e nacionalismos de toda a espécie, pela Europa e não só, a primeira-ministra do Reino Unido, o presidente de França e a chanceler da Alemanha enfrentam crises internas que enfraquecem a sua liderança e, por arrastamento, o processo de integração da UE.