Gelson e William são as joias de um plantel avaliado em 200 milhões

Valor estimado do plantel leonino cresceu 80% desde a presidência de Bruno de Carvalho, segundo dados de site especializado

Na guerra aberta por Bruno de Carvalho aos jogadores - com dedo especialmente apontado àqueles "que, há anos, exigem sair do Clube de todas as maneiras e feitios", escreveu numa das várias mensagens publicadas no Facebook, antes de encerrar a conta na segunda-feira -, a consequência mais temida pelos acionistas investidores no Sporting é precisamente o risco de desvalorização dos ativos mais importantes da SAD: os jogadores que compõem um plantel avaliado atualmente em quase 200 milhões de euros pelo site especializado Transfermarkt.

"O debate público sobre questões internas tem contribuído para uma exposição [...] absolutamente dispensável e atentatória da melhor tradição da marca Sporting, com potencial prejuízo para os ativos da sociedade. [...] Os direitos económicos e desportivos fazem parte do ativo da Sporting SAD, é urgente encontrar soluções que nos recoloquem no caminho da valorização destes ativos", lia-se no comunicado emitido segunda-feira pela Holdimo, do empresário angolano Álvaro Sobrinho, e detentora de quase 30% do capital social da SAD.

Nesta altura, de acordo com as estimativas do site Transfermarkt, baseadas na análise de alguns especialistas de mercado (e, portanto, naturalmente subjetivas), os jogadores mais valiosos do plantel leonino são os internacionais portugueses Gelson Martins, avaliado em 30 milhões de euros, e William Carvalho, com valor atribuído de 25 milhões de euros. Acima dos dez milhões encontram-se cotados mais quatro jogadores: o goleador Bas Dost (19 milhões), o médio Bruno Fernandes (17 milhões), o guarda--redes Rui Patrício (16 milhões) e o argentino Marcus Acuña (14) - destes, só o guardião português não foi contratado por Bruno de Carvalho.

De resto, o valor estimado do plantel quase duplicou desde que o atual presidente assumiu o cargo, no fim de março de 2013 - de 109 milhões, na época, para os 197 milhões atuais, numa valorização superior a 80% em cinco anos.

Também nos relatórios e contas da SAD leonina se tem refletido essa evolução, apesar de os valores do plantel aí inscritos serem bastante inferiores aos de mercado, devido às regras contabilísticas - o valor dos jogadores é registado ao custo de aquisição deduzido de amortizações e perdas por imparidade, além de que os jogadores formados no clube não têm praticamente quaisquer valores associados. Assim, no último relatório anual (2016-17), o valor líquido do plantel estava refletido em 59,544 milhões de euros, mais do dobro daquele verificado no relatório de 2012-13, o último antes da entrada de Bruno de Carvalho, e que era de 28,242 milhões.

Valor de mercado

Guarda-redes

> Rui Patrício 1,6 milhões

> Pedro Silva 600 mil

> Salin 400 mil

Defesas

> Coates 9 milhões

> André Pinto 2,75 milhões

> Mathieu 2,5 milhões

> Douglas 500 mil

> Fábio Coentrão* 6 milhões

> Lumor 2,5 milhões

> Piccini 6,5 milhões

> Ristovski 2,5 milhões

Médios

> William Carvalho 25 milhões

> Palhinha 2 milhões

> Petrovic 1,25 milhões

> Bruno Fernandes 17 milhões

> Wendel 7,5 milhões

> Battaglia 6,5 milhões

> Misic 2 milhões

> Marcos Acuña 14 milhões

> Bruno César 4 milhões

> Bryan Ruiz 2 milhões

Avançados

> Podence 4,5 milhões

> Montero 4 milhões

> Rúben Ribeiro 2,5 milhões

> Bas Dost 19 milhões

> Doumbia 5 milhões

> Rafael Leão 1,5 milhões

*Jogador emprestado pelo Real Madrid

Fonte: Transfermarkt

Exclusivos