Adrien Silva negociado fora de horas para o Leicester

Transferência do médio internacional português arrastou-se e só ficou concluída na madrugada desta sexta-feira

Tal como há um ano, repetiu-se a novela de Adrien Silva com o Leicester. À hora de fecho desta edição ainda não era conhecido o desfecho do negócio, uma vez que o clube inglês havia pedido à Premier League mais duas horas além do fecho das inscrições (23.00 horas) em Inglaterra para que a transferência do internacional português do Sporting para o Leicester fosse concluída.

O jogador foi autorizado por Fernando Santos a abandonar o estágio da seleção nacional, que ontem venceu as Ilhas Faroé por 5-1, para se deslocar a Inglaterra para acertar a sua transferência. Foi já ao início da noite que o médio chegou ao centro de treinos do Leicester, mas um problema burocrático atrasou a conclusão da transferência que envolvia valores a rondar os 16,2 milhões de euros, segundo revelou a imprensa inglesa.

Foi já madrugada dentro que Adrien ficou a saber se iria, finalmente, representar os foxes. Recorde-se que há precisamente um ano este foi um negócio que também se arrastou até aos últimos segundos da janela de verão, não tendo na altura as partes chegado a um acordo, pois o Sporting recusou a oferta do Leicester.

Em relação aos excedentários do plantel de Jorge Jesus, destaque para Marvin Zeegelaar, que foi confirmado no Watford de Marco Silva, tendo assinado um contrato de quatro temporadas. Os leões anunciaram que recebem três milhões de euros pelo defesa-esquerdo holandês, ficando ainda com o direito a 30% da mais-valia numa futura transferência do jogador.

Ezequiel Schelotto também rumou a Inglaterra, mas para o Brighton. Segundo o comunicado oficial, os leões revelam receber pelo argentino uma verba "até três milhões de euros", ficando ainda com uma mais-valia de 12,5% do valor de uma futura transferência do atleta.

Entretanto, o Sporting e o guarda-redes Azbe Jug chegaram a acordo para a rescisão do contrato, passando o esloveno a ser um jogador livre.

Ainda por resolver estão os casos do central Douglas e do avançado Bryan Ruiz, que não entram nas contas do treinador Jorge Jesus para esta temporada. No entanto, ainda há mercados abertos, um dos quais é o espanhol que só fecha hoje às 23.00 horas.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG