Adeptos tentaram agredir ex-candidato às eleições Carlos Severino

Cerca de 20 adeptos insultaram Carlos Severino quando este saía do pavilhão João Rocha, depois de ter votado na Assembleia Geral.

O antigo candidato à presidência do Sporting Carlos Severino foi alvo, este sábado, de tentativa de agressão por adeptos 'leoninos', depois de ter votado na Assembleia Geral do clube, constatou a Lusa no local.

Carlos Severino, um dos rostos que o presidente Bruno de Carvalho tem visado como opositor à sua gestão, saiu do Pavilhão João Rocha, após votar, acompanhado por dois agentes da Polícia de Segurança Pública (PSP), e começou a ser insultado.

De entre os cerca de 20 adeptos que insultavam Carlos Severino, dois tentarem agredi-lo e chegaram mesmo a empurrá-lo, valendo a intervenção da polícia, que dispersou os adeptos.

Severino foi candidato derrotado às eleições do Sporting em 2013 e no último ano foi apoiante de Madeira Rodrigues, candidato derrotado por Bruno de Carvalho nas eleições de março de 2017.

Os sócios do Sporting decidem hoje o futuro de Bruno de Carvalho como presidente do clube, numa Assembleia Geral em que vão a votos alterações de estatutos e do regulamento disciplinar e a própria continuidade dos órgãos sociais.

O presidente do Sporting anunciou que se demite de imediato no caso de um dos dois primeiros pontos não passar, o que acontece se não tiverem 75% de votos favoráveis, como determinam os estatutos, e definiu a mesma margem para se manter no cargo, assegurando que, se sair, não se recandidata.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG