Slavchev recusou ficar internado no hospital de Leiria

Futebolista búlgaro do Sporting chocou com Cristiano Ronaldo durante o Portugal-Bulgária

O futebolista Simeon Slavchev recusou passar a noite no hospital de Leiria, para onde foi transportado depois de um choque com Cristiano Ronaldo no particular de sexta-feira entre Portugal e Bulgária, seguindo viagem com a sua seleção.

Segundo fonte da direção clínica do Centro Hospitalar de Leiria, o médio que alinha no Apollon por empréstimo do Sporting deu entrada no hospital de Santo André, na noite de sexta-feira, "consciente, bem-disposto e colaborante", mas registava uma "amnésia em relação ao acontecimento", situação que "é normal neste tipo de situações".

Simeon Slavchev, que entrou em campo ao minuto 65, mas teve de abandonar o relvado após um violento choque com Cristiano Ronaldo, foi sujeito a uma TAC (Tomografia Computorizada), que "estava normal".

A mesma fonte informou ainda que, "como apresentava uma amnésia foi recomendado - como é comum nestes casos - que ficasse em vigilância no hospital o resto da noite", mas o futebolista, acompanhado do médico da seleção búlgara, preferiu rejeitar o internamento assinando o termo de responsabilidade.

A direção clínica do hospital salientou, todavia, que, tendo em conta que Simeon Slavchev se encontrava acompanhado de um médico, a vigilância terá sido feita por este clínico.

O jogador, de 22 anos, abandonou o relvado do Estádio Municipal de Leiria em maca e com um colar cervical, tendo seguido de ambulância para o Hospital Santo André com suspeita de traumatismo craniano.

O médio ingressou no Sporting em 2013/14, proveniente do Litex, mas nunca se impôs na formação de Alvalade, tendo sido primeiro emprestado ao Bolton Wanderers, de Inglaterra, e esta temporada ao Apollon, do Chipre.

Portugal perdeu com a Bulgária por 1-0, graças a um golo solitário de Marcelinho, aos 19 minutos, num jogo particular que serviu de preparação para a fase final do Euro2016.(27-27).

Exclusivos