Sevilha demite Lopetegui após derrota pesada com Borussia Dortmund

Na presente temporada, o Sevilha venceu apenas um dos 10 jogos oficiais disputados, averbando ainda seis derrotas e três empates.

O treinador Julen Lopetegui foi despedido do comando do Sevilha, pouco depois da derrota com o Borussia Dortmund, para a Liga dos Campeões de futebol. A Imprensa espanhola diz que estava demitido antes mesmo do jogo começar, mas ainda foi para o banco para se despedir... e ir para o Wolverhampton.

"O Sevilha demitiu Julen Lopetegui do cargo de treinador após o encontro com o Borussia Dortmund. Lopetegui encerra uma etapa de êxito, com três magníficas épocas em que os objetivos foram largamente alcançados, e uma quarta em que, no entanto, os resultados não têm sido os esperados, com o Sevilha a somar apenas cinco pontos em 21 possíveis na Liga espanhola", informaram os andaluzes, em comunicado divulgado no site oficial.

A saída de Lopetegui acontece poucos minutos depois de o Sevilha ter sido novamente goleado em casa para o grupo G da Liga dos Campeões, desta vez pelo Borussia Dortmund, por 4-1, já depois de também ter perdido por 4-0 na receção ao Manchester City. Pelo meio, cedeu um nulo (0-0) na vista ao Copenhaga.

O Sevilha é terceiro classificado, com um ponto em três rondas da Champions, em igualdade com os dinamarqueses, num agrupamento liderado pelos citizens, com nove, e com o Dortmund em segundo, com seis.

Na presente temporada, o Sevilha venceu apenas um dos 10 jogos oficiais disputados, averbando ainda seis derrotas e três empates, sendo que na Liga espanhola ocupa um modesto 16.º lugar, logo acima da zona de despromoção, com cinco pontos em sete jornadas.

Julen Lopetegui, de 56 anos, assumiu o comando técnico do Sevilha em 2019/20, depois de passagens por Rayo Vallecano, Real Madrid B, FC Porto (entre 2014 e 2016), seleção espanhola e Real Madrid, sendo que na primeira temporada conduziu os sevilhanos à conquista da Liga Europa.

Nas três épocas que completou ao serviço dos andaluzes, a equipa ficou sempre no quarto lugar da Liga espanhola, garantindo nessas três ocasiões o acesso direto à fase de grupos da Liga dos Campeões.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG