Portugal falha final da Taça das Confederações

Claudio Bravo defendeu as três grandes penalidades marcadas por Quaresma, Moutinho e Nani no desempate por penáltis. Chilenos converteram todas

Portugal foi eliminado esta quarta-feira da Taça das Confederações, ao perder por 3-0 com o Chile no desempate por grandes penalidades, depois do nulo registado no prolongamento. Resta à seleção nacional a consolação de jogar no domingo o jogo de atribuição do terceiro e quarto lugares.

Depois de um início de partida com muitas ocasiões falhadas, o jogo acabou por ser muito equilibrado nos 90 minutos. No tempo de prolongamento, no entanto, o Chile acabou por ter as melhores oportunidades e foi claramente superior a Portugal. Cristiano Ronaldo e companhia, aliás, tiveram mesmo muita sorte no derradeiro minuto de jogo, quando os chilenos atiraram ao poste e à trave em poucos segundos.

Na lotaria das grandes penalidades, Quaresma, Moutinho e Nani falharam para Portugal, ao passo que do lado do Chile Vidal, Aranguiz e Alexis Sanchéz fizeram o 3-0 final.

Eis os onzes oficiais:

PORTUGAL: Rui Patrício; Cédric, Bruno Alves, José Fonte e Eliseu; William Carvalho; Bernardo Silva, Adrien e André Gomes; André Silva e Cristiano Ronaldo.

CHILE: Claudio Bravo; Isla, Medel, Jara e Beausejor; Aránguiz; Marcelo Diaz, Arturo Vidal e Hernández; Vargas e Alexis Sánchez.

Ler mais

Exclusivos