SAD do FC Porto com resultado negativo de 10ME no primeiro semestre

Resultado negativo justificada por ausência de mais-valias relacionadas com a venda de direitos desportivos de jogadores.

A SAD do FC Porto apresenta um resultado negativo de cerca de 10 milhões de euros (ME) no primeiro semestre, de acordo com o Relatório e Contas enviado esta sexta-feira à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

No documento dos 'dragões', o resultado líquido consolidado no primeiro semestre de 2021/22 foi negativo em 10,329 ME, por não ter havido mais-valias relacionadas com a venda de direitos desportivos de jogadores.

Num outro comunicado enviado à CMVM, a SAD do FC Porto revela que, "na sequência de transações separadas de aquisição e alienação de 'passes' desportivos de jogadores com a mesma contraparte, registou, nas suas contas com referência a 30 de junho de 2021, mais valias no montante de 14,1 milhões de euros", que, contudo, agora deixam de ser contabilizadas, por "consubstanciarem uma troca de ativos".

Esta medida acabou por levar a que a SAD do FC Porto apresente, nas rubricas relacionadas com passes de jogadores, um resultado negativo de 19,285 ME.

Em 31 de dezembro, o passivo dos 'dragões' registou uma redução de 11,590 ME em relação a 30 de junho, situando-se agora em 514,550 ME.

Nos valores do primeiro semestre não está ainda a transferência do colombiano Luis Díaz para o Liverpool, por 45 ME, valor que pode chegar aos 60 ME, assim como a contratação de Galeno ao Sporting de Braga, por 9 ME.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG