Rúben Amorim alerta Sporting para "jogo mais agressivo" com o Paços de Ferreira

O treinador do Sporting alertou hoje os jogadores para 'esquecerem' a goleada ao Besiktas na Liga dos Campeões, sublinhando que o Paços de Ferreira será "mais agressivo" no duelo da 11.ª jornada da I Liga de futebol.

Numa conferência de imprensa realizada no Estádio José Alvalade, Rúben Amorim vincou que "ganhar é sempre importante", não apenas para dar continuidade à sequência de sete triunfos seguidos, mas sobretudo para "manter a posição" e para ir com "sensações boas" para a paragem do campeonato devido aos compromissos das seleções.

"Os jogadores estão preparados para mudar a competição. O jogo vai ser completamente diferente, o Paços de Ferreira vai ser muito mais agressivo. É uma equipa que preparou muito bem o jogo e conhece melhor o Sporting do que o Besiktas. Teve uma semana completa para preparar, o que ajuda sempre. Temos de estar preparados para uma equipa que é muito agressiva, faz muitas faltas e procura a profundidade", sublinhou.

Confrontado com os elogios do treinador dos pacenses, Jorge Simão, que destacou os 'leões' como a equipa mais complicada de enfrentar, o técnico 'leonino' agradeceu as palavras do seu homólogo do Paços de Ferreira, mas garantiu não se deixar iludir por esse discurso.

"Fico feliz com isso. Todas as equipas têm bons momentos e vejo isso com bons olhos, mas não me iludo. Há grandes equipas em Portugal e podemos perder com o Paços de Ferreira. Sabemos que o jogo vai ser muito difícil. Temos de marcar pelo menos um golo", sublinhou.

Com o Sporting em igualdade com o FC Porto no primeiro lugar, ambos com 26 pontos em 10 jornadas, Rúben Amorim furtou-se a comentar a 'crise' de resultados do Benfica, que detinha alguma vantagem sobre os dois rivais há cerca de um mês e agora está já atrás na classificação, lembrando ao plantel a importância de manter a humildade nos seus desafios.

"Não falamos dos rivais. Há duas semanas tínhamos duas derrotas na 'Champions' e estávamos atrás do Benfica. O futebol muda muito e não há bem que dure para sempre. O que temos de fazer é sermos humildes contra o Paços de Ferreira. É indiferente o que se passa nos rivais", disse.

Confirmando a disponibilidade de Tiago Tomás para a convocatória, depois de já ter ultrapassado os problemas físicos, o técnico do Sporting assumiu também que o lateral Pedro Porro tem mais duas semanas de recuperação pela frente. Por outro lado, recusou dar como certa a titularidade do trio ofensivo dos últimos jogos, constituído por Paulinho, Sarabia e Pedro Gonçalves, que tem sido decisivo na boa série 'leonina'.

"Os três da frente não estão garantidos, o tal trio antes não funcionava tão bem. E o Nuno Santos tem tido um impacto muito grande e penso que vai fazer uma época melhor do que a época passada, o Jovane foi também importante no início e o Tiago Tomás tem tido alguns problemas físicos. Agora têm estado bem e tento dar continuidade a isso, mas todos estão preparados para jogar", sentenciou.

O jogo entre o Paços de Ferreira, 10.º classificado, com 11 pontos, e o Sporting, segundo, com 26 (em igualdade com o líder FC Porto), está marcado para este domingo, às 19:00, no Estádio Capital do Móvel, em Paços de Ferreira, e será arbitrado por Luís Godinho.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG