Dipa fez o salto mais temido, mas a medalha foi para a perfeição de Biles

Simone Biles ganhou o ouro com 15.966 pontos, tendo conseguido mais de 16 no segundo salto

A ginasta norte-americana Simone Biles ganhou a sua terceira medalha de ouro nos jogos olímpicos do Rio de Janeiro, com dois saltos quase perfeitos. A russa Maria Paseka ganhou a prata com 15.253 pontos e Giulia Steingruber, da Suíça, ficou com a medalha de bronze (15.216).

A indiana Dipa Karmakar executou um dos saltos considerados mais perigosos, o temido Produnova, mas não conseguiu chegar às medalhas, ficando em quarto.

Simone Biles ganhou o ouro com 15.966 pontos, tendo conseguido mais de 16 no segundo salto. É o terceiro ouro para Biles depois da vitória no concurso geral individual e no concurso por equipas. A texana de 19 anos ainda vai disputar as finais de solo e cavalo, permanecendo na luta por inéditos cinco títulos olímpicos nos mesmos Jogos.

Karmakar, que surpreendeu apurando-se para a final com um salto batizado em honra da russa Yelena Produnova, a primeira a conseguir fazê-lo, repetiu a proeza, no segundo salto, e ficou em quarto com 15.066 pontos.

A usbeque Oksana Chusovitina - que, aos 41 anos, está nos seus sétimos Jogos e se tornou a mais velha de sempre em provas de ginástica artística - ficou em sétimo lugar, com 14.833 pontos. Uma das suas medalhas olímpicas tinha sido conquistada nesta prova, em Pequim, onde ganhou a prata. A usbeque também tentou o Produnova, mas precisou de dar uma cambalhota depois de aterrar.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG