Comité Olímpico norte-americano confirma assalto a Lochte

O Comité Olímpico Internacional também comentou a situação, dizendo que o seu desmentido "não estava correto". Outros três nadadores também ficaram sem os seus pertences

O Comité Olímpico Norte-americano confirmou este domingo que quatro nadadores, entre os quais Ryan Lochte, foram assaltados no Rio de Janeiro, por indivíduos armados que se fizeram passar por polícias.

"De acordo com quatro elementos da equipa de natação dos Estados Unidos [Gunnar Bentz, Jack Conger, Jimmy Feigen e Ryan Lochte], deixaram o Club France esta manhã num táxi em direção à Aldeia Olímpica. A viatura foi parada por indivíduos armados com distintivos da polícia, que lhes pediram dinheiro e outros bens pessoais. Todos os quatro atletas estão a salvo e a cooperar com as autoridades", lê-se no comunicado do comité.

O Comité Olímpico Internacional começou por negar esta ocorrência, considerando "falsas" as notícias sobre a mesma, acabando por assumir que o seu desmentido "não estava correto".

Os norte-americanos regressavam de um festa em que estiveram com o nadador brasileiro Thiago Pereira no Club France, um espaço na lagoa Rodrigo de Freitas gerido pelo Comité Olímpico Francês.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG