"Reforços? Não temos mais um euro para gastar", diz Rúben Amorim

Depois de um arranque a meio-gás no campeonato, o treinador do Sporting quer vencer já este sábado o Rio Ave e garante que a equipa está motivado. Entradas no plantel são assunto encerrado, mas Amorim não fecha a porta a saídas.

Até pode haver saídas mas dificilmente haverá mais entradas no plantel do Sporting. A garantia foi deixada por Rúben Amorim, esta sexta-feira, na conferência de imprensa de antevisão ao jogo deste sábado frente ao Rio Ave (20.30 horas, SportTV 1).

Depois de ter vendido João Palhinha ao Fulham e de, esta semana, ter sido consumada a saída de Bruno Tabata para o Palmeiras, o Sporting continua a ter jogadores cobiçados, como é o caso do médio Matheus Nunes - que Amorim assumiu não estar preparado para perder. "O que fazemos é usar a polivalência de alguns porque só assim conseguimos manter os mais cobiçados. Não controlamos o mercado e há jogadores que têm de sair quando pagam um bom preço por eles. Mas não temos mais um euro para gastar. Está tudo esticadinho ao máximo", garantiu o treinador leonino.

Após um arranque a meio gás no campeonato, com o empate 3-3 frente ao Sp. Braga, Rúben Amorim afirmou que a equipa se mantém motivada. "Houve coisas que fizemos bem e outras que não fizemos tão bem" e, por isso, "foi fácil trabalhar esta semana". "Estamos muito motivados e queremos voltar às vitórias", assegurou. E depois de sofrer três golos frente aos bracarenses, Rúben Amorim preferiu relativizar eventuais problemas defensivos. "Somos muito consistentes defensivamente. Essa é a regra, isto foi exceção. O que procuramos é perceber por que é que isto acontece, geralmente são faltas de concentração e de agressividade, que podem acontecer em certos jogos. Temos de estar sempre no máximo e confio em todos os defesas", garantiu.

Poderá haver então mexidas na defesa, com a entrada do reforço St. Juste? "Está a recuperar. O ano passado teve lesões nos ombros e não fez assim tantos jogos e perdeu a pré-época porque torceu um pé na primeira semana e não foi fácil recuperá-lo, está a entrar aos poucos mas não é fácil". Certo é que, no ataque, existirão alterações em relação à equipa que iniciou o jogo na Pedreira. Isto porque o avançado Paulinho lesionou-se no treino desta manhã (tem um traumatismo na perna direita) e está fora dos convocados, juntando-se assim a Daniel Bragança no boletim clínico do Sporting. O tempo de paragem não foi divulgado.

No final do jogo frente ao Sp. Braga, os adeptos dirigiram críticas à equipa - e sobretudo ao defesa Ricardo Esgaio, que apagou a conta nas redes sociais. Algo que para o treinador do Sporting teria uma solução: "Por mim fechavam todos as redes sociais, mas por mais que lhes diga, já estive no papel deles, não o vão fazer. É não fazer grande caso."

Na declaração, Rúben Amorim aproveitou ainda para enviar condolências à família de Chalana, cujo funeral aconteceu ontem. "Foi meu treinador nos infantis e alguém muito importante no Benfica. Deixou-nos muito cedo. Deixou boas memórias e vai fazer falta e ter a despedida que merece. Um abraço à família."

rui.godinho@dn.pt

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG