Recordista mundial aponta à quarta vitória na meia maratona de Lisboa

O atleta eritreu Zersenay Tadese espera conquistar no domingo a quarta vitória na meia maratona de Lisboa, uma das suas "provas preferidas", na qual estabeleceu em 2010 um recorde do mundo que ainda ninguém conseguiu bater.

"A meia maratona de Lisboa é uma das minhas provas preferidas. Tenho muito boas recordações das três vezes que a disputei... porque venci-as todas", disse hoje à Lusa o atleta eritreu, que se impôs na prova lisboeta em 2010, 2011 e 2012.

Na primeira vez que disputou a meia maratona na capital portuguesa, Tadese, de 36 anos, estabeleceu logo um novo máximo mundial da distância, com o tempo de 58.23 minutos, que esteve perto de superar no ano seguinte, quando se impôs em 58.30.

As condições climatéricas levam, no entanto, Tadese a afastar a perspetiva de obter um novo recorde mundial na corrida de domingo: "Se se mantiverem como agora, com muita chuva e vento, será praticamente impossível bater o recorde do mundo".

Do que o eritreu não abdica é da possibilidade de se tornar o atleta masculino com mais vitórias, superando os três triunfos dos quenianos Paul Tergat (2000, 2002 e 2005) e Martin Lel (2003, 2006 e 2009).

"Vou, seguramente, lutar pela vitória, que seria a quarta em Lisboa, até porque me preparei muito bem para esta prova", disse Tadese, elegendo os "melhores atletas quenianos" como principais adversários na luta pelo lugar mais alto do pódio.

Além de Tadese, só dois outros atletas que vão participar na prova correram a distância abaixo de 59 minutos: os quenianos Sammy Kitwara e Stanley Biwot, apesar de se destacar também a presença do ugandês Stephen Kiprotich, campeão olímpico da maratona em Londres2012 e campeão mundial, em 2013.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG