Real Madrid defende Cristiano Ronaldo

Merengues emitiram comunicado a vincar "plena confiança" no internacional português, que "Ronaldo sempre mostrou uma clara vontade de cumprir com todas as suas obrigações tributárias"

O Real Madrid emitiu um comunicado esta quarta-feira, a defender Cristiano Ronaldo um dia após o jogador ter sido acusado por fuga ao fisco espanhol:

"O Real Madrid C. F. mostra plena confiança no nosso jogador Cristiano Ronaldo, que de acordo com o nosso entendimento actuou conforme a lei quanto ao cumprimento das suas obrigações fiscais.

Cristiano Ronaldo sempre mostrou uma clara vontade de cumprir com todas as suas obrigações tributárias desde que chegou ao Real Madrid C. F. em Julho de 2009.

O Real Madrid C. F. está absolutamente convicto de que o nosso jogador Cristiano Ronaldo irá provar a sua total inocência neste processo.

O Real Madrid C. F. espera que a Justiça actue com a maior celeridade possível para que, o quanto antes, seja provada a sua inocência."

O Ministério Público de Madrid acusou o avançado luso de ter, de forma "consciente", criado uma sociedade para defraudar o fisco espanhol quanto aos valores dos direitos de imagem em 14,7 milhões de euros, através de quatro delitos contra os cofres do Estado, cometidos entre 2011 e 2014.

Em comunicado, a Gestifute já negou a existência de "qualquer tipo de esquema fiscal montado", explicando que o português manteve os rendimentos através da sociedade Tollin, detida a 100% pelo próprio e criada quando jogava no Manchester United, em 2004.

Quando Cristiano Ronaldo assina pelo Real Madrid [em 2009], não se criou uma estrutura especial, tendo-se mantido a mesma que detinha em Inglaterra, onde nunca teve problema algum. Contrariamente ao que insinua o Ministério Público espanhol, foram feitas modificações contratuais para assegurar que os rendimentos fossem tributados em Espanha", lê-se no comunicado.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG