Rafa recebe apoio de Quaresma: "Passou-me isso pela cabeça"

O internacional português Ricardo Quaresma disse compreender a decisão do compatriota Rafa Silva de renunciar à seleção portuguesa de futebol, uma vez que ponderou, em certa altura, seguir o mesmo caminho do jogador do Benfica.

"Não posso falar pelo Rafa. Se fosse eu, falava por mim. Só o Rafa pode explicar. Mas como eu já disse, entendo o Rafa. Quando estamos bem no clube, acreditamos que podemos chegar à seleção e jogar. Como ele disse, foi por motivos pessoais, depois o empresário disse que ele queria estar focado a 100% no Benfica. Acho que só o Rafa pode explicar isso da melhor maneira", expressou Quaresma, à comunicação social, antes no início da gala Quinas de Ouro, na Cidade do Futebol, em Oeiras.

Na segunda-feira, Rafa, de 29 anos, pôs termo à sua carreira na seleção portuguesa, após 25 internacionalizações pela equipa principal, alegando "razões do foro pessoal".

Contudo, o internacional pela equipa principal das 'quinas' em 80 ocasiões e campeão da Europa em 2016 confessou que se revê no compatriota e explicou porquê.

"Revejo-me [no Rafa] e até vos posso dizer que me passou isso pela cabeça. Quando estava no FC Porto, estava a voar e chegava a seleção e raramente jogava", recordou.

Por outro lado, o "momento complicado ou menos bom" vivido pelo 'capitão' da seleção Cristiano Ronaldo, que apenas conta com um golo marcado na presente temporada, também foi abordado por Quaresma.

"É algo que não me preocupa. Já passou por tanta coisa e conseguiu sempre dar a volta a momentos maus. Conheço-o bem e sei que vai voltar a ser aquilo que sempre nos habituou", concluiu o extremo, que este mês completa 39 anos e que se encontra sem clube, depois de ter terminado contrato com o Vitória de Guimarães.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG