Quaresma 'atropelou' árbitro... mas não fez "de propósito"

"Posso ser conhecido pela maneira como me dou aos lances, mas tenho todo o respeito pelos meus adversários e equipas de arbitragem", escreveu nas redes sociais

O momento tornou-se viral e muitos questionaram se o futebolista português Ricardo Quaresma não teria feito de propósito quando, no último fim de semana, na partida entre a sua equipa, o Besiktas, e o Karabukspor, embateu com alguma força no árbitro do encontro.

O árbitro caiu mesmo no chão, com o português a pedir desde logo desculpa. O jogo seguiu sem qualquer transtorno e agora, nas redes sociais, Quaresma explicou a situação e diz que não fez "de propósito".

No Instagram, explicou: "Amigos, sobre o que aconteceu no último jogo... Não fiz de propósito e o árbitro reconheceu isso, com a situação a ficar resolvida no momento. Sou profissional, dou tudo em campo pela minha equipa. Posso ser conhecido pela maneira como me dou aos lances, mas tenho todo o respeito pelos meus adversários e equipas de arbitragem".

Explicou ainda como "resolveu e voltou ao silêncio" num recente incidente em que um adepto entrou em campo com uma faca, e diz que "o futebol deve ser uma festa das famílias".

Exclusivos

Premium

Alentejo

Clínicos gerais mantêm a urgência de pediatria aberta. "É como ir ao mecânico ali à igreja"

No hospital de Santiago do Cacém só há um pediatra no quadro e em idade de reforma. As urgências são asseguradas por este, um tarefeiro, clínicos gerais e médicos sem especialidade. Quando não estão, os doentes têm de fazer cem quilómetros para se dirigirem a outra unidade de saúde. O Alentejo é a região do país com menos pediatras, 38, segundo dados do ministério da Saúde, que desde o início do ano já gastou mais de 800 mil euros em tarefeiros para a pediatria.