Portugal garante presença no Euro2017

Seleção masculina venceu Ucrânia por 3-0. Mulheres derrotaram a Turquia por 3-2

Portugal garantiu a presença no Euro2017 de ténis de mesa em masculinos e femininos, depois de hoje as duas seleções terem vencido a Ucrânia e a Turquia, respetivamente, em jogos realizados no Multiusos de Viseu.

Em masculinos, no segundo jogo da ronda frente à Ucrânia, vitória por 3-0, depois do triunfo por 3-2 na segunda-feira. O selecionador Kong Guoping foi obrigado a recorrer às 'segundas linhas', ao ficar privado de Tiago Apolónia e de Marcos Freitas, lesionados, e de João Monteiro, debilitado devido a uma gripe.

João Geraldo, o 'herói' do jogo de segunda-feira, voltou a mostrar-se em bom nível e apenas cedeu um parcial frente a Viktor Efimov (13-11, 10-12, 11-5 e 11-8). Seguiu-se Diogo Carvalho, que bateu por claros 3-0 (11-8, 12-10 e 11-3) o ucraniano Yaroslav Zhmudenko, enquanto, no terceiro jogo, coube a Diogo Chen fechar as contas do apuramento para Portugal, ao bater Yevhen Pryschepa por 3-1 (12-10, 11-7, 11-13 e 11-8).

Um triunfo que garantiu o primeiro lugar no grupo F de apuramento para o Euro2017, em setembro, no Luxemburgo.

Na mesa ao lado no Multiusos de Viseu, quando a equipa masculina fechou o jogo, já Leila Oliveira havia garantido o apuramento de Portugal, ao bater a turca Simay Kulakceken, por concludentes 3-0 (11-6, 11-8 e 11-6). Após a vitória por 3-0 na Turquia, o triunfo de Leila Oliveira 'carimbou', desde logo, o apuramento.

A turca Hu Melek venceu no segundo encontro Cátia Martins, por 3-0 (7-11, 4-11 e 9-11), mas Fu Yu 'puxou dos galões' e repôs a vantagem de Portugal: venceu facilmente, por 3-0, Ipek Karahan (11-4, 11-5 e 11-5).

Já com o apuramento garantido, a selecionadora nacional Xie Juan deu oportunidade à suplente Marta Santos de jogar frente a Hu Melek, a melhor jogadora turca, que derrotou a jovem jogadora portuguesa por 3-1 (12-10, 8-11, 8-11 e 6-11).

Para o 'tira-teimas', Cátia Martins foi a escolhida e defrontou Simay Kulakceken, a quem venceu por 3-1, com os parciais de 10-12, 11-6, 11-6 e 12-10, estabelecendo o resultado final favorável a Portugal com uma vitória por 3-2.

Os europeus, por equipas, de ténis de mesa de 2017 vão decorrer em Kirchberg, no Luxemburgo, entre 13 e 17 de setembro.

Exclusivos

Premium

EUA

Elizabeth Warren tem um plano

Donald Trump continua com níveis baixos de aprovação nacional, mas capacidade muito elevada de manter a fidelidade republicana. A oportunidade para travar a reeleição do mais bizarro presidente que a história recente da América revelou existe: entre 55% e 60% dos eleitores garantem que Trump não merece segundo mandato. A chave está em saber se os democratas vão ser capazes de mobilizar para as urnas essa maioria anti-Trump que, para já, é só virtual. Em tempos normais, o centrismo experiente de Joe Biden seria a escolha mais avisada. Mas os EUA não vivem tempos normais. Kennedy apontou para a Lua e alimentava o "sonho americano". Obama oferecia a garantia de que ainda era possível acreditar nisso (yes we can). Elizabeth Warren pode não ter ambições tão inspiradoras - mas tem um plano. E esse plano da senadora corajosa e frontal do Massachusetts pode mesmo ser a maior ameaça a Donald Trump.