Portugal com duas equipas na 'nova' Liga dos Campeões

Rússia e Espanha também beneficiadas com decisão do comité executivo da UEFA

Portugal, na qualidade de terceiro classificado no 'ranking' europeu da UEFA, passará já na próxima época a ter duas equipas na mais importante prova de clubes de futsal, agora designada UEFA Futsal 'Champions League'.

"Trata-se de uma excelente notícia para o futsal português, que está entre a elite do futsal europeu e mundial e a prová-lo está a sua qualificação no ranking, que permitirá, já na próxima época, a presença de dois clubes portugueses na mais importante prova para clubes da Europa", reconheceu Pedro Dias, diretor da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), em declarações ao sítio do organismo.

O responsável federativo para o futsal salientou também que o novo nome - a prova deixa de ser UEFA Futsal Cup para ter a designação de Liga dos Campeões - é igualmente benéfico para a modalidade.

"A alteração do nome da competição também vai dar mais visibilidade à prova, pelo que só podemos estar satisfeitos com estas decisões", explicou Pedro Dias.

O Benfica é a única equipa portuguesa que conquistou a UEFA Futsal Cup, ao bater na final da prova, em 2010, os espanhóis do Boomerang Interviú.

As decisões que esta terça-feira foram adotadas em reunião do comité executivo da UEFA, em Helsínquia, permitem ainda que também Rússia e Espanha, mais bem classificadas no 'ranking', coloquem diretamente duas equipas na Liga dos Campeões de futsal.

Outra decisão desta terça-feira em Helsínquia foi a confirmação das datas da fase final do Campeonato da Europa de Sub-21 da UEFA de 2019, a disputar em Itália, entre 16 e 30 de junho de 2019.

Exclusivos

Premium

Alentejo

Clínicos gerais mantêm a urgência de pediatria aberta. "É como ir ao mecânico ali à igreja"

No hospital de Santiago do Cacém só há um pediatra no quadro e em idade de reforma. As urgências são asseguradas por este, um tarefeiro, clínicos gerais e médicos sem especialidade. Quando não estão, os doentes têm de fazer cem quilómetros para se dirigirem a outra unidade de saúde. O Alentejo é a região do país com menos pediatras, 38, segundo dados do ministério da Saúde, que desde o início do ano já gastou mais de 800 mil euros em tarefeiros para a pediatria.