Pichardo lidera delegação de 23 portugueses nos Mundiais de atletismo

Prova vai decorrer em Eugene, nos Estados Unidos, entre 15 e 24 de julho. Federação Portuguesa de Atletismo (FPA) informou que repescou a meio-fundista do Sp. Braga, Mariana Machado, através do ranking e excluindo a maratonista Solange Jesus, que vai disputar os Europeus, em Munique.

Pedro Pablo Pichardo, campeão olímpico do triplo salto, lidera a lista dos 23 portugueses convocados para os Mundiais de atletismo, a disputar em Eugene, nos Estados Unidos, entre 15 e 24 de julho. Em comunicado, a Federação Portuguesa de Atletismo (FPA) informou que repescou a meio-fundista do Sp. Braga, Mariana Machado, através do ranking e excluindo a maratonista Solange Jesus, que vai disputar os Europeus, em Munique.

Além de Pichardo, campeão olímpico e vencedor da Liga de Diamante em 2021, destacam-se na seleção portuguesa Auriol Dongmo, detentora da melhor marca do ano no lançamento do peso (20,43 metros) e quarta em Tóquio2020, Patrícia Mamona, medalha de prata no triplo em Tóquio 2020, João Vieira, quarto nos 50 km marcha dos últimos Jogos Olímpicos e vice-campeão do mundo em Doha 2019, e Inês Henriques, a última campeã do mundo, em Londres 2017 nos 50 quilómetros marcha, que se vai apresentar nas distâncias de 20 e 35.

A sexta maior delegação lusa de sempre em Mundiais - superada pelos 30 em Atenas 1997, pelos 29 em Berlim 2009, pelos 25 em Sevilha 1999 e pelos 24 em Estugarda 1993 e Daegu 2011 -, iguala a representação em Tóquio 1991, Gotemburgo 1995 e Osaka 2007.

João Vieira, o único medalhado em Doha2019, vai tornar-se no atleta português com mais presenças na competição (12) na estreia dos 35 em Mundiais, juntamente com Rui Coelho, enquanto Inês Henriques vai ter a companhia de Sandra Silva e Vitória Oliveira nesta distância. A recordista nacional Ana Cabecinha e Carolina Costa são as outras participantes nos 20 quilómetros marcha.

A representação feminina volta a estar em maioria na seleção, com 16 atletas, entre as quais se incluem Lorene Bazolo (100 e 200 metros), Cátia Azevedo (400 metros), Vera Barbosa (400 metros barreiras), Marta Pen (1500 metros), Mariana Machado (5.000 metros), Evelise Veiga (salto em comprimento), Jessica Inchude (lançamento do peso) Liliana Cá (lançamento do disco) e Irina Rodrigues (lançamento do disco).

No setor masculino, além de Pichardo e Vieira, Portugal vai estar representado por Isaac Nader (1.500 metros), Tsanko Arnaudov (lançamento do peso), Tiago Pereira (triplo salto), Leandro Ramos (lançamento do dardo) e Rui Coelho (35 quilómetros marcha).

Tal como em Tóquio 2020, Portugal volta a falhar a presença na maratona, distância com mais atletas presentes (52), apesar de Solange Jesus ter alcançado a marca de qualificação, em Paris, em 02:29.04 horas, em 3 de abril, assegurando a presença nos campeonatos da Europa.

Portugal soma 21 medalhas em Mundiais de atletismo, seis das quais de ouro, por Rosa Mota, na maratona, em Roma 1987, por Fernanda Ribeiro, nos 10.000 metros, e Manuela Machado, na maratona, em Gotemburgo 1995, por Carla Sacramento, nos 1.500 metros, em Atenas 1997, por Nelson Évora, no triplo, em Osaka 2007, e Inês Henriques, nos 50 marcha, em Londres 2017.

Nas 17 presenças, os atletas lusos subiram ainda 16 vezes ao pódio, conquistando sete medalhas de prata e nove de bronze.

Lista dos 23 atletas portugueses convocados:

Masculinos:

- 1500 metros: Isaac Nader.

- Lançamento do peso: Tsanko Arnaudov.

- Triplo salto: Pedro Pablo Pichardo e Tiago Pereira.

- Lançamento do dardo: Leandro Ramos.

- 35 km marcha: João Vieira e Rui Coelho.

Femininos:

- 100 metros: Lorene Bazolo.

- 200 metros: Lorene Bazolo.

- 400 metros: Cátia Azevedo.

- 400 metros barreiras: Vera Barbosa.

- 1.500 metros: Marta Pen.

- 5.000 metros: Mariana Machado.

- Salto em comprimento: Evelise Veiga.

- Triplo salto: Patrícia Mamona.

- Lançamento do peso: Auriol Dongmo e Jessica Inchude.

- Lançamento do disco: Liliana Cá e Irina Rodrigues.

- 20 km marcha: Ana Cabecinha, Carolina Costa e Inês Henriques.

- 35 km marcha: Inês Henriques, Sandra Silva e Vitória Oliveira.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG