Pedro Guerra reage ao caso dos emails

Diretor da Benfica TV diz apenas que o clube vai continuar a ganhar, "apesar de todas as mentiras"

"Quero dizer que o Benfica vai continuar a ganhar, seja no futebol, seja no basquetebol, no andebol, no hóquei em patins, no atletismo... É esta a resposta que tenho a dar. O Benfica continua a trabalhar, a seguir o seu rumo, independentemente de todas as mentiras. O Benfica continua a ganhar". Foi esta a única de reacção de Pedro Guerra, diretor de conteúdos da Benfica TV e comentador, à CM TV sobre a polémica sobre os emails trocados com Adão Mendes, antigo árbitro, e que o FC Porto considera indiciarem um esquema de corrupção.

Foi com base nos emails, que o diretor de comunicação do FC Porto, Francisco J. Marques, disse que os árbitros Jorge Ferreira, Nuno Almeida, Manuel Mota, Vasco Santos, Rui Silva, Hugo Pacheco, Bruno Esteves e Paulo Baptista são árbitros envolvidos num "esquema de corrupção para favorecer o Benfica".

"A 28 de Janeiro de 2014, naquele que é o primeiro campeonato do tetra do Benfica, Adão Mendes enviou um e-mail a Pedro Guerra com algumas passagens como estas. 'Sobre a arbitragem não temos que ser mãozinhas. O primeiro-ministro é um grande homem e líder, sei do que falo. Hoje o Benfica manda e os outros não mexem nada. O resto virá por acréscimo. Dizem os grandes sábios dos painéis que algo está a mudar. Hoje sabem que quem nos prejudicar será punido'", disse Francisco J. Marques.

A Procuradoria-Geral da República e o Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol já anunciaram a abertura de investigações ao caso.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG