Paulo Silva disse que vendeu a entrevista porque está desempregado

Direção do jornal nega que tenha pago pelas declarações

Paulo Silva disse às autoridades que vendeu entrevista que deu ao jornal Correio da Manhã e que foi depois foi emitida pela CMTV foi vendida.

A notícia é avançada pelo Expresso, que teve acesso ao documento do Tribunal Judicial da Comarca do Porto em que o empresário confessou ter pedido um valor monetário pela entrevista "porque já andava a ser abordado e pressionado pelos jornalistas para esse efeito" e porque "precisava de dinheiro para sustentar os filhos e se encontrar desempregado desde o início do ano de 2018 até ao fim de abril".

.Paulo Silva, que é um dos sete arguidos na Operação Cashball, disse ainda que lhe foi oferecida uma "quantia monetária de valor elevado".

A direção do Correio da Manhã nega que tenha pago pela entrevista.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG