Luca Paolini pede desculpa pelo positivo por cocaína

Paolini, de 38 anos, deu positivo por cocaína num controlo realizado após a quarta etapa, na terça-feira. Está suspenso provisoriamente.

O italiano Luca Paolini (Katusha) pediu hoje desculpas pelo seu positivo por cocaína na Volta a França em bicicleta, mas não confessou o consumo da substância interdita.

"Como nas minhas vitórias, assumo plena responsabilidade e procurarei encontrar a luz [neste caso]. Acredito, como sempre acreditei, nos controlos antidopagem como meio de tornar a modalidade mais e mais credível. Não sou alguém que procure escapatórias inúteis", escreveu Paolini no Twitter.

Prometendo trabalhar em "estreita colaboração" com a União Ciclista Internacional (UCI) de modo a compreender o que aconteceu, o italiano da Katusha pediu desculpa a todos os corredores que estão na Volta a França e aos organizadores, reconhecendo que o seu positivo foi conhecido no pior momento possível.

"Apresento também as minhas desculpas aos meus colegas da fantástica equipa Katusha e espero que a minha ausência não seja prejudicial a um bom resultado final", acrescentou.

Paolini, de 38 anos, deu positivo por cocaína num controlo realizado após a quarta etapa, na terça-feira.

"De acordo com o regulamento, o corredor foi suspenso provisoriamente", anunciou oficialmente a UCI, recordando que o italiano tem o direito de pedir uma contra-análise.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG