Aaron Hernandez culpado de homicídio em primeiro grau

A antiga estrela da NFL, de 25 anos, foi considerada culpada por homicídio em primeiro grau e pode enfrentar uma pena de prisão perpétua.

Aaron Hernandez, antigo jogador de futebol americano dos New England Patriots, foi nesta quarta-feira considerado culpado por homicídio em primeiro grau e pode enfrentar uma pena de prisão perpétua.

A antiga estrela da Liga de futebol americano (NFL) foi considerado responsável pela morte de Odin Lloyd, jogador semiprofissional de futebol americano, que ocorreu em 2013.

Lloyd, que era amigo e saía com a irmã da namorada do jogador dos Patriots, apareceu morto em junho de 2013 na zona industrial de Attleboro (Massachusetts), a um quilómetro e meio da residência de Aaron Hernandez.

O júri de 12 pessoas precisou de 36 horas, durante sete dias, para chegar a um veredicto unânime. Este veredicto pode implicar uma pena de prisão perpétua, sem possibilidade de liberdade condicional.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG