O pior serviço de sempre? O "bad boy" do ténis volta a atacar

O australiano de 21 anos serviu e nem esperou para ver a reação do adversário. Depois, criticou os fãs

É um dos melhores do mundo, número 14 do ranking ATP, e na semana passada venceu o torneio de Tóquio. Mas esta semana Nick Kyrgios voltou a mostrar o seu mau génio no court, no Masters de Xangai, com um serviço tão displicente que até o público reclamou.

O australiano de 21 anos serviu e nem esperou para ver a reação do adversário, Mischa Zverev, foi diretamente para o banco. O número 14 parecia ter pressa em acabar o encontro, que perdeu por 3-6 e 1-6, em apenas 48 minutos.

Kyrgios foi repreendido pelo árbitro, que lhe disse que não podia jogar assim e que não estava a ser profissional, e por uma pessoa no público que gritou que ele devia respeitar o jogo. A resposta? "Quer vir aqui e jogar? Sente-se, cale-se e veja", devolveu o australiano.

Kyrgios já foi punido em 2015 depois de ter provocado o suíço Stan Wawrinka durante um jogo, dizendo-lhe que outro tenista tinha ido para cama com a sua namorada. E no ano passado, também em Xangai, foi multado por usar linguagem pouco apropriada.

O jovem tenista desculpou-se depois nas redes sociais argumentando que não tinha sido bom "a vários níveis". "Sou melhor do que aquilo. Podia continuar com desculpas mas não há nenhuma. Desculpem".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG