Exclusivo O incrível Flick, o treinador que tem mais troféus do que derrotas

Estava afastado do futebol quando, em junho de 2019, foi convidado para adjunto de Nico Kovac. O croata foi despedido e Hansi assumiu o cargo. Era para ser interino, mas em 15 meses tornou-se campeão alemão, europeu e mundial.

Há pouco mais de 15 meses, Hans-Dieter Flick saiu do quase anonimato enquanto treinador para acudir a uma situação de crise e tornou-se uma figura histórica do Bayern Munique ao conquistar todos os títulos possíveis ao nível de clubes de forma consecutiva, igualando o feito de Pep Guardiola no Barcelona (2008-09). Para que conste, Hansi, como gosta de ser chamado, conquistou Bundesliga, Taça da Alemanha, Supertaça alemã, Liga dos Campeões, Supertaça Europeia e, na quinta-feira, colocou a cereja no topo do bolo com a conquista do Mundial de Clubes.

Esta é uma história incrível de alguém que foi nomeado para treinar o Bayern após o despedimento do croata Niko Kovac, mas que tinha a simples missão de assegurar a transição para um novo treinador, sendo o preferido o holandês Erik Ten Hag, do Ajax. Só que os resultados foram legitimando a sua continuidade até que se chegou a um momento em que Flick pode dizer à boca cheia que tem mais títulos do que derrotas no comando técnico do Bayern Munique. É que troféus já são seis, enquanto derrotas são apenas quatro em 15 meses.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG