O dia-a-dia no acampamento do Rali

A piloto portuguesa de Todo-o-Terreno escreve uma crónica diária no DN.pt durante o Rali Oilybia de Marrocos, que decorre entre os dias 4 e 10 de outubro e no qual compete na categoria de camiões

Hoje foi o terceiro dia de prova e as coisas estão mais calmas pelo menos para a nossa assistência. Não tiveram de sair do acampamento, a não ser para ir buscar gasóleo para os camiões, e por isso acabaram por ter um momento tranquilo depois da azáfama que vivemos nos últimos dias.

O Hélder e o Marco pouco dormiram, cerca de 4 horas, pois o trabalho foi muito ontem à noite. São eles que fazem tudo para recuperar o MAN TGS para a etapa seguinte e por isso trabalho nunca lhes falta. Ontem o dia foi longo e acabámos por chegar bastante tarde ao acampamento e por isso houve pouco tempo para descansar...

O Pedro, por sua vez, anda sempre num reboliço entre as filmagens que faz com as pequenas câmaras Midland e as restantes tarefas que lhe vão calhando. Acaba por fazer de tudo um pouco.

O Jorge tenta recolher informações da organização sobre resultados e alterações e neste Rali, e desta vez em especial, isso está mais complicado que nunca. A simpatia e cordialidade dos organizadores continua a existir, mas a eficiência nem por isso...

Enquanto andei pelas pistas eles almoçaram calmamente na pizzaria de Erfoud esperando que eu chegasse e todo o trabalho se repetisse de novo.

Amanhã vai haver uma maratona e com ela os preparativas serão outros, pois dois dias fora sem o apoio da assistência muda muita coisa.

Até amanhã,

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG