Advogado de Neymar entregou o cheque de 222 milhões de euros ao Barcelona

Juan de Dios Crespo entregou o cheque a um responsável dos catalães

Neymar já não é jogador do Barcelona. Juan de Dios Crespo, advogado que esteve esta manhã com um cheque na sede da Liga espanhola, já o terá entregue a Óscar Grau, diretor do clube catalão, de acordo com o Mundo Deportivo.

Assim, os 222 milhões de euros já foram entregues ao Barcelona, por Juan de Dios Crespo, acompanhado de outros advogados e um notário.

"Esta tarde, os representantes legais de Neymar Jr. entregaram pessoalmente, nos escritórios do clube, em nome do jogador, os 222 milhões de euros, indemnização pela rescisão unilateral e sem justa causa do contrato que unia ambas as partes. Assim, o clube passará à UEFA todos os detalhes da operação para que se apurem as responsabilidades disciplinares que podem derivar deste caso", disse o Barcelona no Twitter.

Também no Twitter, o PSG já reagiu e parece estar a "olhar para o relógio", à espera de Neymar.

Cheque foi rejeitado pela manhã

A Liga espanhola havia recusado esta manhã o cheque de 222 milhões de euros da cláusula de rescisão de Neymar. Representantes do jogador brasileiro e do Paris Saint-Germain (PSG) deslocaram-se à sede do organismo, mas voltaram para trás.

O presidente da La Liga, Javier Tebas, havia ameaçado recusar o cheque, em declarações ao jornal espanhol AS, e cumpriu.

"Não aceitaremos esse dinheiro de um clube como o PSG , que, sem pertencer à Liga espanhola, quer beneficiar de um direito da nossa organização, que infringe normas e leis: as normas da UEFA e de fair-play financeiro bem como as leis da União Europeia e do tribunal da Suíça", declarou em entrevista ao As. "Seria uma contradição aceitar esse dinheiro Se o PSG vier com o dinheiro da cláusula de Neymar não o aceitaremos", afirmou Javier Tebas.

Em atualização

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG