Nápoles vence AC Milan e sobe ao segundo lugar da Liga italiana

Equipa napolitana continua a pressionar a Juventus na luta pelo scudetto

O Nápoles venceu hoje no reduto do AC Milan por 2-1, em encontro da 21.ª jornada da Liga italiana de futebol, e subiu, à condição, ao segundo lugar da tabela classificativa.

A vitória dos napolitanos começou a construir-se cedo e teve dedo da figura do encontro: o belga Dries Mertens, que, aos seis minutos, assistiu Insigne para o primeiro do encontro.

Três minutos depois, o belga viu o espanhol Callejón e desmarcou o avançado, que rematou já sem grande ângulo para fazer o segundo golo em San Siro.

A equipa da casa começou a reagir ao choque e a aproximar-se da baliza dos visitantes, que aproveitavam para lançar contra-ataques pelas alas para explorar o espaço deixado na defesa.

O golo dos 'rossoneri' chegou aos 37 minutos. pelo pé de Juraj Kucka, depois de um erro defensivo ter deixado expostos os 'napolitanos'.

Na segunda parte, o AC Milan assumiu mais o controlo do jogo, ainda que não tenha conseguido converter da forma mais eficaz o domínio em ocasiões de golo.

Por outro lado, os visitantes tiveram várias possibilidades para chegar ao terceiro, principalmente por Mertens, mas não conseguiram concretizar.

Aos 90+4 minutos, o guarda-redes Donnarumma subiu à área 'napolitana' e cabeceou para a baliza, mas Reina segurou o remate e o resultado, que deixa o Nápoles no segundo lugar à condição, a um ponto da Juventus (que tem menos dois jogos) e com os mesmos da Roma, com um jogo em atraso.

O AC Milan fica com os mesmos 37 pontos, no quinto lugar, a três da Lazio e apenas um acima do Inter, sexto classificado.

Antes, a Fiorentina venceu o Chievo, em Verona, por 3-0, um resultado que aproxima a equipa orientada por Paulo Sousa dos lugares europeus.

A vitória confortável fez-se com os golos do ex-FC Porto Cristian Tello, aos 18 minutos, Khouma Babacar, aos 52, de grande penalidade, e Chiesa, aos 90.

Com este resultado, a equipa 'viola' segue no oitavo posto, com 33 pontos, a quatro do AC Milan, quinto classificado. O Chievo continua no 12.º lugar. mas pode ser ultrapassado por Sampdoria, Génova e Bolonha.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG