Mourinho e Figo elogiam presidente da FIFA depois de jogo das estrelas

Mourinho considera que Infantino começou "a ouvir os jogadores", enquanto Figo diz que a imagem da FIFA está a ser restaurada

O treinador português José Mourinho e o antigo futebolista Luís Figo teceram na quarta-feira grandes elogios ao novo presidente da FIFA, Gianni Infantino, antes do início do 66.º Congresso do organismo, na Cidade do México.

Depois do jogo particular entre um conjunto de Estrelas da FIFA e uma seleção mexicana, no Estádio Azteca, Mourinho, que treinou a equipa da FIFA, disse que Infantino, eleito presidente em fevereiro, "abriu as portas aos artistas, que são os jogadores".

"Estes são os artistas especiais e a FIFA abriu-lhes a porta. Pela primeira vez, há uma ligação direta entre as duas partes e o resultado só pode ser positivo. Infantino começou a ouvir [os jogadores]", elogiou Mourinho depois do jogo, que a seleção mexicana venceu por 9-8.

Luís Figo, que chegou a avançar para uma candidatura à presidência da FIFA, acabando por abdicar a favor de Infantino, disse que a mudança da presidência "foi um passo em frente" e com novos estatutos "há que mudar o que não estava bem".

"Temos de encarar tudo de forma positiva, continuar a trabalhar com transparência e recuperar a imagem da FIFA. Todos devem concentrar-se em trabalhar com a máxima transparência, honestidade e democracia", disse Luís Figo, que jogou pelas Estrelas da FIFA.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG