Miguel Oliveira em quinto lugar no GP do Japão

O australiano Jack Miller venceu o Grande Prémio do Japão. Fábio Quartararo reforçou a liderança do Mundial, no qual o piloto português mantém o 11.º lugar.

O piloto australiano Jack Miller (Ducati) conquistou este domingo a primeira vitória da temporada ao vencer o Grande Prémio do Japão de MotoGP, uma prova em que Miguel Oliveira (KTM) foi o quinto classificado.

O piloto português, que partira do oitavo lugar da grelha, concluiu as 24 voltas ao traçado nipónico de Motegi a 8,185 segundos do vencedor, que deixou o sul-africano Brad Binder (KTM) no segundo lugar, a 3,409 segundos, com o espanhol Jorge Martin (Ducati) a fechar os lugares do pódio, a 4,136.

Miguel Oliveira fez um bom arranque, que lhe permitiu ganhar quatro posições, seguindo na roda de Miller, que saltou de sétimo para terceiro. O australiano viria a chegar à liderança pouco depois, fazendo uma corrida à parte dos restantes adversários.

Já o piloto luso da KTM ainda conseguiu rodar quatro voltas nos lugares do pódio, depois de ter ultrapassado Binder na quarta volta. No entanto, o sul-africano devolveu a manobra a 16 voltas do final.

A partir daí, o piloto português de 27 anos manteve um duelo aceso com o espanhol Marc Márquez (Honda), que acabaria por ultrapassar Oliveira a três voltas da bandeirada de xadrez.

Miguel Oliveira ainda viu o italiano Luca Marini (Ducati) atacar o seu quinto lugar na última volta da corrida, mas o piloto português conseguiu devolver a ultrapassagem e garantir o segundo melhor resultado da temporada, igualando o quinto lugar do GP de Portugal e apenas atrás da vitória conquistada no GP da Indonésia.

O francês Fábio Quartararo (Yamaha), líder do Mundial, teve uma prova sofrida, não indo além do oitavo posto final, depois de largar da nona posição.

Ainda assim, o atual campeão mundial ganhou terreno à concorrência, pois viu o segundo classificado do campeonato, o italiano Francesco Bagnaia (Ducati) cair na última volta, quando era nono.

Já o espanhol Aleix Espargaró sentiu problemas mecânicos na sua Aprilia na volta de aquecimento e ainda foi às boxes trocar de mota, arrancando do pit lane. Espargaró só conseguiu recuperar até à 16.ª posição, falhando a entrada num dos lugares pontuáveis.

Com estes resultados, Quartararo aumentou de 10 para 18 os pontos de vantagem para Bagnaia, com Espargaró a ser terceiro, a 25.

Miguel Oliveira mantém o 11.º lugar do campeonato, com 106 pontos, a apenas dois do 10.º lugar do espanhol Alex Rins (Suzuki), que desistiu.

Esta foi a 10.ª vitória na carreira de Miller, quarta em MotoGP. O australiano não vencia desde o GP de França de 2021.

A próxima corrida é o GP da Tailândia, no domingo, 17.ª ronda do campeonato.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG