Marquez campeão após quedas de Rossi e Lorenzo

Piloto espanhol vence pela quinta o Mundial de MotoGP

O espanhol Marc Marquez (Honda) garantiu este domingo o quinto título mundial de motociclismo de velocidade, o terceiro na principal categoria, o MotoGP, depois de vencer o Grande Prémio do Japão, 15.ª prova do campeonato.

Marquez, de 23 anos, superou o italiano Andrea Dovizioso (Ducati) e o compatriota Maverick Vinales (Suzuki), que completaram o pódio, numa corrida que também ficou marcada pelos despistes de dois perseguidores do novo campeão mundial: o italiano Valentino Rossi e o também espanhol Jorge Lorenzo.

Ao título conquistado hoje, Marquez junta os troféus erguidos em 2013 e 2014, mais outros dois nas outras duas categorias: 125cc, hoje Moto3 (2010), e Moto2 (2012).

O piloto catalão acabou por beneficiar dos abandonos dos dois grandes concorrentes na corrida ao título, ambos da Yamaha, permitindo-lhe gerir com mais serenidade a corrida na pista nipónica.

"Quando vi [Valentino] Rossi no chão, acelerei para ganhar a corrida", explicou, no final, Marc Marquez, que depois confessou ter ficado "atordoado" com a queda do outro rival da Yamaha.

Marquez resolveu a questão do título quando faltam ainda três provas para encerrar o Mundial de 2016: Austrália, Malásia e Comunidade de Valência, Espanha).

Em Moto2, e com a ausência de Miguel Oliveira, que ainda não recuperou da fratura numa clavícula, venceu o suíço Thomas Luthi (Kalex), somando a terceira vitória neste Mundial, depois das alcançadas no Qatar e na Grã-Bretanha.

O francês Johann Zarco terminou em segundo e reforçou a liderança no Mundial da categoria, enquanto o italiano Franco Morbideli fechou o pódio.

Zarco soma agora 222 pontos, mais 21 que o espanhol Alex Rins, que não foi além do 20.º lugar.

Finalmente, em Moto3, categoria em que Miguel Oliveira foi vice-campeão em 2015, venceu o italiano Enea Bastianini (Honda).

O jovem, de 18 anos, somou o segundo triunfo da carreira, o primeiro desta época, superando em 17 milésimos de segundo o sul-africano Brad Binder (KTM), que há assegurou o título mundial.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG