Marco Silva impõe empate ao Liverpool com Darwin a faturar

No regresso à Premier League, o Fulham viu o sérvio Mitrovic bisar frente a um Liverpool que só conseguiu reagir após a entrada de Darwin Nuñez, que se tornou no terceiro jogador vindo do banco de suplentes a marcar e a assistir no jogo de estreia.

O Fulham, treinado pelo português Marco Silva, estreou-se este sábado na edição 2022/23 da Premier League com um empate 2-2 na receção ao Liverpool, em jogo da primeira jornada.

No Craven Cottage, em Londres, os vice-campeões ingleses apresentaram-se aquém do esperado na ronda inaugural, chegando ao intervalo em desvantagem, face à cabeçada certeira do avançado sérvio Aleksandar Mitrovic, aos 32 minutos.

No segundo tempo, os reds, que antes do período de descanso viram o ex-portista Luis Díaz enviar uma bola ao poste, conseguiram repor a igualdade, quando o uruguaio Darwin Nuñez (64), que trocou o Benfica pelo Liverpool neste verão, saltou do banco para, de calcanhar, corresponder da melhor maneira a um cruzamento de Salah. O ex-benfiquista fez assim o segundo golo pelo Liverpool, depois de já ter faturado na supertaça com o Manchester City.

O sérvio Mitrovic, melhor marcador do Championship (segundo escalão) da temporada passada, voltaria a bater o guarda-redes Alisson, mas desta vez da marca de penálti, aos 72 minutos.

Uma vantagem que os recém-promovidos ao principal escalão não conseguiram segurar, por culpa do encosto de Mohamed Salah (80'), servido de forma, aparentemente, involuntária por Darwin.

O avançado contratado ao Benfica tornou-se no terceiro jogador vindo do banco de suplentes a marcar e a assistir no jogo de estreia na Premier League, depois de Sergio Agüero (2011/12) e Alvaro Morata (2017/18).

No Fulham, o médio português João Palhinha (ex-Sporting) alinhou de início, enquanto no Liverpool, Fábio Carvalho, que há poucos meses deixou os londrinos, foi lançado na segunda parte. Já Diogo Jota ficou de fora devido a lesão.

O Liverpool, que no período de descontos ainda teve outra bola no ferro, pelo capitão Jordan Henderson, iniciou a partida com seis jogadores com 30 ou mais anos - Van Dijk, Matip, Thiago Alcântara, Henderson, Salah e Roberto Firmino -, algo que não acontecia desde fevereiro de 1994, na altura num jogo com o Southampton.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG