Maradona quer Blatter e Platini em prisão perpétua

Antiga estrela argentina lembra as provas que existem contra os ex-presidentes de FIFA e UEFA

Diego Maradona não faz por menos e em entrevista à Reuters TV defendeu que Joseph Blatter e Michel Platini, ex-presidentes da FIFA e da UEFA, respetivamente, deviam ser condenados a prisão perpétua, na sequência do escândalo em que se viram envolvidos.

"Creio que o Comité de Ética da FIFA se equivocou. Tendo tantas provas contra esta gente e aos anos que vinham roubando, devia condená-los a prisão perpétua", disse o antigo futebolista argentino, campeão do mundo em 1986.

Recorde-se que Blatter e Platini foram suspensos de toda a atividade ligada ao futebol durante um período de oito anos, uma pena que foi entretanto reduzida para seis anos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG