Manuel Machado: "Tirando os três grandes o resto é carne para canhão"

Técnico do Moreirense crítico com as desigualdades entre os três e as outras equipas, pede que haja mais equilíbio

Manuel Machado, treinador do Moreirense, deixou este domingo um recado às várias instâncias (futebol e governativas) no sentido de arranjarem regulamentos para que o fosso entre os três grandes e os outros clubes não seja tão notório. Aqui ficam as palavras do treinador no final da derrota por 3-0 com o FC Porto, no Dragão.

"Queria deixar uma mensagem ao presidente da Federação [Fernando Gomes], ao presidente da Liga [Pedro Proença] e ao secretário de Estado do Desporto [João Paulo Rebelo]. O futebol é o desporto do século. Os montantes que circulam hoje em dia fazem desta uma área muito importante, não comparável com outras. Eu, com uma equipa de três milhões, a jogar no Dragão contra uma equipa de 80 ou 90 milhões? Isto assim não tem interesse nenhum! O V. Guimarães foi goleado na sua casa por 5-0, depois o Belenenses sofreu também cinco golos. Isto é algo que vai ver-se ao longo da temporada. São resultados que não interessam à modalidade e ao espetáculo. Isto conta o campeonato dos três clubes grandes, o resto é carne para canhão. Se o negócio seguir este caminho, estará condenado", disse no final do jogo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG