Carlos Queiroz:"Estamos com as pessoas de Manchester"

O atual selecionador iraniano de futebol solidarizou-se com a população de Manchester, ele que foi adjunto de Alex Ferguson no United durante cinco temporadas

"Não posso acreditar nas notícias que chegam da grande cidade de Manchester, onde passei tantos anos e deixei tantos amigos. Rezemos por todos os que morreram, por todos os feridos e pelas famílias afetadas por este sofrimento. Estamos com as pessoas de Manchester", escreveu o técnico, na sua página oficial no Facebook.

Queiroz, de 66, integrou equipa técnica de Ferguson no Manchester United entre 2002/03 e 2007/08, com um interregno em 2004/05, quando comandou o Real Madrid.

Pelo menos 22 pessoas morreram, além do atacante, e 59 ficaram feridas num atentado na Arena de Manchester, no norte da Inglaterra, na segunda-feira, no final de um concerto da cantora Ariana Grande, segundo o balanço mais recente da polícia.

O ataque foi perpetrado por um homem sozinho, disse a primeira-ministra Theresa May, que adiantou que as autoridades já estabeleceram a identidade do atacante, ainda não divulgada.

As autoridades detiveram um homem de 23 anos alegadamente relacionado com o atentado, reivindicado entretanto pelo grupo extremista Estado Islâmico.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG