Luisão anuncia adeus em 2019

Capitão do Benfica revela que só vai jogar mais dois anos e garante que decisão não foi tomada agora

"Reforma? Já tenho isto definido há dois anos. A imprensa, principalmente a de Portugal, muitas vezes especula muito em cima disto. Falam da idade, de um passe errado... Mas sempre estive tranquilo em relação a isto. O meu propósito sempre esteve bem definido na minha cabeça. Tenho mais um ano de contrato com o Benfica. A minha ideia é cumprir este ano e ainda jogar mais um. Sendo assim, mais dois anos. Não consigo fugir disto. Quero jogar e preparar-me, mas o importante mesmo é ficar à disposição do clube", revelou o central de 36 anos em entrevista ao canal televisivo brasileiro Esporte Interativo, citado pelo jornal O Jogo.

Mas para já o objetivo de Luisão é conquistar a Taça de Portugal, cuja final se realiza este domingo e na qual o Benfica enfrentará o V. Guimarães. Se tal acontecer, o atual capitão das águas passa a ser o o maior campeão da história do Benfica, com 19 troféus, os mesmos de Nené.

"A minha ideia sempre foi conquistar o maior número possível de títulos no Benfica. Pela dificuldade que você encontra para se tornar um ídolo do clube, não imaginava que aconteceria tudo isto. Mas não me coloco muito no patamar dos outros jogadores do passado, porque o respeito precisa de ser muito grande. Só penso contribuir para que o Benfica ganhe", referiu ainda o capitão das águias, de acordo com o desportivo português.

E houve tempo para fazer um balanço do seu percurso no Benfica, as hipóteses que teve de abandonar a Luz e a importância do presidente Luís Filipe Vieira.

"É impossível escolher apenas um grande momento no Benfica. Na verdade, tenho dois grandes momentos. O primeiro foi o meu primeiro título da Liga [2004/2005], porque o clube não vinha a ganhar há alguns anos, então tivemos a oportunidade de ganhar. E ainda tive a felicidade de fazer um golo sobre o Sporting também, que deu a possibilidade de mais à frente sermos campeões. E o segundo é o momento que estou a viver agora, que é o primeiro tetra da história do Benfica. É uma conquista muito especial. A atual temporada tem sido toda especial, não imaginava isto tudo, nem no meu melhor sonho", referiu Luisão ao media brasileiro, segundo O Jogo.

"Chances de sair? Clubes não faltaram. Tive uma pessoa dentro do clube, o presidente, que em todo o momento de turbulência era ele que me chamava e dizia: 'O meu projeto para você é este, fica tranquilo, é aqui que você vai ficar. Pronto, e acabou'. Não me arrependo de nada", garantiu o capitão das águias.