Lopetegui deixa cair Casillas na primeira convocatória

Ex-treinador do FC Porto divulgou as suas primeiras opções como selecionador espanhol

Julen Lopetegui não chamou Iker Casillas para os seus primeiros jogos enquanto selecionador espanhol: a 1 de setembro contra a Bélgica, num jogo particular, e a 5 de setembro contra o Liechtenstein, no arranque da qualificação para o Mundial 2018.

O ex-treinador portista, principal responsável pela mudança do guarda-redes espanhol para o FC Porto na época passada, deixou assim cair o veterano guarda-redes, de 35 anos, das opções da seleção, depois de Casillas já não ter sido titular no último Europeu de futebol, em França.

De resto, Casillas foi criticado publicamente pelo então selecionador Vicente del Bosque, após a eliminação espanhola, por alegadamente "não se ter comportado bem com o corpo técnico". Mais tarde, o treinador e o guarda-redes fizeram as pazes em público.

Agora, na sua primeira convocatória como selecionador espanhol, Lopetegui, que sucedeu a Del Bosque, preferiu chamar os guarda-redes De Gea (Manchester United), Pepe Reina (Nápoles) e Adrian San Miguel (West Ham).

O treinador espanhol deslocou-se ao Porto e almoçou com Casillas na última quarta-feira para lhe comunicar a sua decisão. Lopetegui negou ainda à imprensa espanhola que tivesse oferecido ao guarda-redes um lugar como adjunto na equipa técnica da seleção.

Esta sexta-feira, o técnico explicou também que esta ausência de Casillas "não significa um fechar de portas". "Continuaremos a acompanhar o seu rendimento. claro que é um jogador especial e devemos tratá-lo de forma especial", garantiu. "Fui falar com ele, como sabem, porque é um ícone, uma referência absoluta. Mas expliquei-lhe que decidimos que o titular vai ser De Gea".

Aqui fica a primeira lista de convocados de Lopetegui:

Guarda-redes: David de Gea (Manchester United), Pepe Reina (Nápoles) e Adrián San Miguel (West Ham).

Defesas: Marc Bartra (Borussia Dortmund), Jordi Alba (Barcelona), Gerard Piqué (Barcelona), César Azpilicueta (Chelsea), Sergio Ramos (Real Madrid), Dani Carvajal (Real Madrid), Sergi Roberto (Barcelona) e Javi Martínez (Bayern).

Médios: Sergio Busquets (Barcelona), David Silva (Manchester City), Thiago Alcántara (Bayern), Saúl Ñíguez (Atlético Madrid), Koke (Atlético Madrid), Juan Mata (Manchester United) e Marco Asensio (Real Madrid).

Avançados: Alvaro Morata (Real Madrid), Lucas Vázquez (Real Madrid), Nolito (Manchester City), Paco Alcácer (Valencia), Diego Costa (Chelsea) e Vitolo (Sevilla).

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG