Juniores portugueses terminam prova de fundo integrados no pelotão

João Almeida foi o melhor, terminando no 55.º lugar

Os portugueses João Almeida e Daniel Viegas terminaram hoje integrados no pelotão principal a prova de fundo de juniores dos Campeonatos Mundiais de ciclismo de estrada, a decorrer em Doha, no Qatar.

João Almeida terminou em 55.° e Daniel Viegas em 56.°, ambos a 01.45 minutos do vencedor, o dinamarquês Jakob Egholm, enquanto Pedro Teixeira terminou em 89.º, a 02.06.

Egholm concluiu os 135,5 quilómetros da prova em 02:58.19 horas, destacando-se perto da meta do alemão Niklas Markl e do suíço Reto Muller, segundo e terceiro classificados, respetivamente, a sete segundos.

"Sabia que estavam lá os melhores e, por isso, tentei saltar para a fuga. Estive lá perto, mas não consegui chegar à frente. Acabo a minha passagem pelos juniores tranquilo, porque deixei tudo na estrada", disse João Almeida, após a conclusão da prova.

Também Daniel Viegas ficou excluído da fuga iniciada a cerca de 50 quilómetros do final, por receio.

"A fuga deu-se muito cedo e eu tive medo de entrar e de ser uma iniciativa condenada. Felizmente, escapei às quedas, porque estar bem colocado ajuda a evitar esses problemas", explicou Daniel Viegas.

Já Pedro Teixeira reconheceu a exigência da prova, admitindo algumas dificuldades físicas.

"Foi uma estreia muito dura. Não esperava que as duas primeiras voltas fossem tão exigentes. Nessa altura bati os meus recordes de pulso. Senti muito o calor, tal como muitos ciclistas. Viam-se alguns aos ziguezagues, devido ao desgaste e à desidratação", contou.

A seleção portuguesa volta a competir no domingo, com José Gonçalves, Nelson Oliveira e Sérgio Paulinho na prova de fundo para elite.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG