Jules Rimet. FIFA em busca da taça roubada

Roubada em 1983 na sede da CBF, no Brasil, a taça original de campeão do mundo não mais apareceu. FIFA retoma investigação.

Há 50 anos, Pickles tornou-se o cão mais famoso do futebol mundial, ao descobrir num parque de Londres a taça Jules Rimet, atribuída aos campeões do mundo e que tinha sido roubada de uma exposição, meses antes do Mundial de 1966. Para assinalar a data, uma réplica do troféu esteve ontem em exibição pública no Museu do Futebol, em Manchester. A original, essa, desapareceu de novo, anos mais tarde, em 1983, no Brasil e não voltou a ser vista. Agora, a FIFA quer retomar a investigação em busca da taça, mesmo se desta vez Pickles já cá não esteja para ajudar.

O organismo do futebol mundial não está convencido de que a Jules Rimet roubada no Brasil, em 1983, tenha mesmo sido derretida para fazer barras de ouro, conforme a versão oficial da altura, e lançou um projeto de investigação para tentar encontrá-la. "Vamos em busca do troféu. Não estamos certos de que, após o roubo, tenha sido derretida como disseram", disse ao jornal brasileiro Estadão Guy Oliver, curador do museu da FIFA.

Leia mais na edição impressa ou no e-paper do DN.

Exclusivos